Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

É uma Vida para Dois

Livros para folhear, filmes para ver, sabores para provar, destinos para descobrir. Gostamos de experimentar tudo o que há de novo aqui e acolá! Queremos a vida bem passada e bem servida, se faz favor!

Destinos Portugueses a visitar em 2016

O início de um novo ano é a altura ideal para começar a planear novos passeios e novas viagens. Para nós, o entusiasmo de uma viagem não passa apenas pela chegada ao destino: começa sim no planeamento e na antecipação.

É por isso que já começámos a fazer a nossa lista de locais a visitar nos próximos meses, quando o bom tempo começar a espreitar pela janela. 

Assim sendo, menos turísticos e pouco conhecidos, seguem-se os destinos que queremos mesmo visitar este ano em PORTUGAL:

 

OS PASSADIÇOS DO PAIVA

Os Passadiços do Paiva localizam-se na margem esquerda do Rio Paiva, no concelho de Arouca, distrito de Aveiro. São 8 km que proporcionam um passeio pela Natureza, junto a descidas de águas, cristais de quartzo e espécies em extinção na Europa. O percurso estende-se entre as praias fluviais do Areinho e de Espiunca, encontrando-se, entre as duas, a praia do Vau. Uma viagem pela biologia, geologia e arqueologia que nós não vamos querer perder.

Embora com reabertura prevista para breve, os passadiços do Paiva encontram-se de momento encerrados em sequência de um incêndio que destruiu parte do percurso no ano passado.

http://www.passadicosdopaiva.pt

 

PORTAS DE RODÃO

As Portas de Ródão são uma formação geológica situada perto de Vila Velha de Ródão, resultante da intersecção do duro relevo quartzítico da Serra das Talhadas com o curso do rio Tejo. Neste local há um estreitamento do vale, que aqui corre entre duas paredes escarpadas, que atingem cerca de 170 m de altura, fazendo lembrar duas "portas", uma a norte no distrito de Castelo Branco, e outra a sul no concelho de Nisa.

No topo da porta norte, que é facilmente acessível por estrada, situa-se o pequeno castelo do Rei Wamba. Deste local vislumbra-se um vasto panorama sobre o vale do Tejo a jusante das Portas, com o Conhal do Arneiro, na margem esquerda, e o povoado paleolítico de Vilas Ruivas, na margem direita.

As Portas de Ródão são igualmente um local privilegiado de observação da avifauna, servindo de habitat à maior colónia de grifos de Portugal, assim como à cegonha-preta ou ao milhafre-real. 

 

 

PARQUE DAS PEDRAS SALGADAS

Parque de Pedras Salgadas situa-se no interior norte de Portugal a 580 metros de altitude, pertencente ao concelho de Vila Pouca de Aguiar. Dispõe de 20 hectares de pura natureza, com oito quilómetros de caminhos, no qual está inserido o conjunto turístico Pedras Salgadas spa & nature park,

Do alojamento disponível, as Tree Houses são a opção de alojamento que gostaríamos de experimentar. Da autoria do arquiteto Luís Rebelo de Andrade, as casas da árvore surgiram do desafio de criar um elemento que pudesse ir ao encontro do imaginário das casas da árvore. 

No interior, as casas da árvore têm duas janelas, uma que permitem observar a vida que corre no parque e outra para olhar as estrelas, uma casa de banho dividida em 2 partes, uma kitchenette, uma cama de casal e um sofá.

 

Conseguem imaginar algo melhor que estar confortavelmente deitado a ver as estrelas? Nós não...!

http://www.pedrassalgadaspark.com

 

CASTELO DE ALMOUROL

O Castelo de Almourol, no Ribatejo, localiza-se na Freguesia de Praia do Ribatejo, Santatém. Erguido num afloramento de granito a 18 m acima do nível das águas, numa pequena ilha de 310 m de comprimento por 75 m de largura, no médio curso do rio Tejo. O acesso à ilha e ao castelo faz-se em embarcações com capacidade para 20 pessoas.

A envolvência mágica transporta-nos ao tempo dos reis e rainhas, Parece-nos um óptimo passeio para um dia de Primavera!

http://welcome-to.pt/turismo/castelo-de-almourol/

 

 Existem por aí mais destinos menos conhecidos para partilhar?

Queremos a nossa aumentar a nossa lista de passeios para 2016!

 

Mr. and Mrs.

 

Ver: Destinos Portugueses a Visitar em 2016 - Parte II

http://umavidaparadois.blogs.sapo.pt/destinos-portugueses-a-visitar-em-2016-71633 

Cantina 32

O nosso restaurante preferido no Porto é do Chef Luís Américo e mora na Rua das Flores. Local de passagem obrigatória numa visita à cidade, o nosso estômago nunca perdoaria uma ida ao Porto passar pela Cantina 32.

 

É o nosso restaurante preferido por vários motivos, a começar pela decoração. Restaurante bem decorado é meio caminho andado para conquistar as nossas prefências. Prima pela critatividade, ao recriar uma atmosfera vintage, com um toque moderno e inovador, num estilo industrial chic

 

O atendimento é atencioso e atento, os funcionários distinguem-se pela simpatia e disponibilidade.  

E claro, o factor principal, que coloca a cantina 32 no podium dos melhores sabores que já provámos, é obviamente a maravilhosa comida. Não só a apresentação dos pratos supreende pela criatividade, como a confecção e sabores colocam qualquer um a comer e a chorar por mais. 

 

Tanto existem pratos individuais, como mini-pratos e pestiscos para partilhar. Nós gostámos mais da segunda opção, ao pedir uma maior quantidade de pratos, é possível provar uma maior variedade de sabores. 

DSC06119.JPGDSC06125.JPGDSC06109.JPG

DSC06123.JPGDSC06124.JPGDSC06112.JPGDSC06110.JPG

 

DSC06111.JPG

A manteiga de banana com flor de sal faz parte do couvert, numa combinação delicosa entre o doce e o salgado. Qualquer pedaço de pão fica delicioso barrado com esta manteiga! 

 

DSC06116.JPG

Para se comer bom Bacalhau à Brás bom é aqui. Provavelmente dos melhores que já comemos.

 

DSC06113.JPG

 Ovinhos de codorniz com bacon panados, uma combinação inesperada, mas supreendentemente deliciosa.

 

 

 

DSC06115.JPG

 

Polvo com Batata Doce, tão bom!

 

DSC06117.JPG

Batatas fritas carnudas com queijo e molho, óptimas para acompanhar todos os petiscos.

 

DSC06118.JPG

O nosso pestico preferido do restaurante são os croquetes de alheira com molho de mostarda e mel. Meu Deus, que combinação de sabores, que combinação de sabores!

 

DSC06120.JPG

Quanto às sobremesas, a Terrina de Chocolate 3 é uma das especialidades da casa, um bolo espalmado com smarties de menta e natas azedas.

 

DSC06121.JPG

O Leite creme também é delicioso

 

DSC06122.JPG

O cheesecake de banana caramelizada e chocolate é o ex-libris da casa. Absolutamente delicioso, as camadas do cheesecake encontram-se invertidas, com a base habitual no topo, apresentado num vaso.

 

Na altura de pagar a conta, o preço a pagar em nada assusta. Se não nos enganamos, pagámos cerca de 15 eur por pessoa.

Como ainda não provámos todos os itens do menu, teremos que voltar até esgotar todas as opções. Aguardamos a próxima ida ao Porto, já a salivar...

E vocês, qual o vosso restaurante preferido no Porto? Já conheciam a Cantina 32?

 

Bom Apetite!

 

Mr. and Mrs. 

 

Todas as fotos são da autoria do Uma Vida para Dois

 

Férias D'ouro - experiências inesquecíveis

Ainda há bem pouco tempo atrás, vivia convencida de que férias não eram férias se não fossem passadas fora do país. A qualidade, pois claro, estava "lá fora" e não aqui. "Lá fora" come-se muito melhor, não haja dúvida. "Lá fora" os sítios são bem mais bonitos, únicos, especiais. Mais que não fosse, sinónimo de férias significava não ter que ouvir falar a língua que já se ouve falar durante todo o ano. Pois eis que Portugal, este país onde nasci, à semelhança de um pai que dá avisos e aconselha mas que deixa que o filho chegue às conclusões por si mesmo, fez-me sentir envergonhada ao constatar que  tenho alimentado um tremendo preconceito. 

 

É certo que nos últimos anos, à medida que tenho vindo a conhecer de Portugal de Norte e Sul, tenho vindo a duvidar dessa teoria ao ficar supreendida pelos locais por onde passava. Mas foi principalmente nas últimas férias de 2015, no último mês do ano, que o Douro me provou que realmente passamos ao lado da beleza que está ao nosso lado achando que vamos encontrar melhor além fronteiras.

É por isso que não podemos deixar de partilhar aqueles locais que ao longo de 3 noites e 4 dias nos marcaram e que aconselhamos a todos os que visitam o Douro. Entre miradouros, vilas e trajectos, deixamos aqui o nosso TOP de experiências a não perder na região:

 

Miradouro de S.Silvestre (Mesão Frio): A subida para o miradouro faz-se de carro e é muito íngreme. Sabemos que o final da travessia se aproxima quando avistamos a igreja de S.Silvestre, lá no cimo, a contemplar a paisagem. Do miradouro consegue-se observar o rio Douro que descreve uma curva em "L", harmonioso entre casas e vinhas. Foi o primeiro miradouro que visitámos, deixando-nos de queixo caído com a beleza da paisagem.

douro4.JPGdouro1.JPG

douro2.JPG

douro3.JPG

 

Peso da Régua

Capital comercial da região do Douro, é daqui que partem os cruzeiros pelo rio. Como viemos em Dezembro, não tivemos a oportunidade de poder realizar o famoso passeio ao longo do rio. É aqui que se encontra grande parte do comércio tipico do Douro, pelo que encontrámos várias lojas com produtos locais únicos. Díficil foi não trazer tudo! 

Embora a mão do Homem esteja mais presente nesta cidade do que em qualquer outra região do Douro, em que construções se sobrepõem à natureza, também Peso da Régua tem os seus encantos.

20151215_143853.jpg

DSC06025.JPG

ponte.JPG

DSC06029.JPG

 

Estrada entre Peso da Régua e Pinhão

As estradas no Douro são muitas vezes tortuosas e sinuosas, exigindo uma condução atenta. Ele fez questão de ser o motorista de serviço da viagem: "tu estás habituada a conduzir na cidade e eu nasci fora de uma grande cidade, estou mais habituado a estes caminhos. Está claro que quem deve conduzir sou eu."

Tubo bem, para mim óptimo, quanto menos forem as coisas para me preocupar nas férias, melhor. Como é óbvio, eu fiquei em clara vantagem: no Douro, o destinos é tão importante como percurso, pelas paisagens esplendorosas que vão passando por nós. Quem não tiver a responsabilidade da condução, tem a possibilidade de apreciar a paisagem a 100%. Bem, ele não pode dizer que eu não me ofereci!  

 

De todas essas estradas a mais bonita, é sem sombra de dúvida, a que liga o Peso da Régua ao Pinhão. São 27 km e 93 curvas, mas a experiência é fabulosa. Pelo caminho, fizemos várias paragens para tirar fotografias e contemplar a paisagem.

douroo2.JPG1.JPG

douroo3.JPG

douroo4.JPG

DSC05989.JPGdouro5.JPG

3.JPG

 

Pinhão

Esta pequena vila tem as paisagens que mais nos encantaram. Junto ao cais, é possível encontrar uma perspectiva panorâmica única e tirar fotografias dignas de um postal. As cores típicas do Outono são reflectidas no rio e compõem a paisagem como num quadro. Sobre o rio, uma ponte pedestre foi inaugurada em 2015, permitindo passar sobre a água e contemplar a paisagem de vários ângulos.

 

É também obrigatório passar pela estação dos caminhos-de-ferro do Pinhão, com uma envolvência que faz parecer que afinal vivemos no ínicio do século XX e estamos prontos a apanhar o comboio para uma longa viagem. Os famosos azulejos ilustrados retratam a azáfama das vindimas.

galafura7.JPGDSC05841-001.JPG10.JPG

 

galafura6.JPG

 

 

DSC05870.JPG

pinhao.JPG

DSC05971.JPG

 

Miradouro Casal de Loivos (Alijó)

Esta é uma das paisagens que se destacam no Douro, tendo sido considerada pela BBC Londres como uma das mais bonitas do mundo. Daqui, avistam-se os rios Douro e a povoação de Pinhão. A subida é íngreme, mas vale a pena subir cada metro.  

DSC05959.JPG

 

casal de loivos.JPGDSC05947.JPG

 

Miradouro de São Leonardo da Galafura 

Este é considerado um dos miradouros mais bonitos de toda a região do Douro. Não estava um sol maravilhoso quando subimos ao miradouro, mas sim uma atmosfera que não esperávamos, proporcionando uma aura única de misticismo e magia.

Famoso por ser o miradouro de Miguel Torga, o escritor considerava o Douro como um  "excesso de natureza" e um "poema geolóogico". A visão panorâmica a grande altitude dá-nos uma sensação única de liberdade. "Podemos ficar aqui para sempre? " - ainda perguntei - poder, até podíamos, mas então e os outros encantos do Douro que ainda tinhámos por descobrir? 

Á saída do miradouro encontrámos um pastor e o seu rebanho. Segundo nos contou, ele, as suas ovelhas e os seus cães, já estavam habituados a ser protagonistas de atenção, ao serem alvo de atenção por parte das centenas de turistas que por ali passavam. "Fui a Lisboa uma vez há muitos anos" - contou-nos ele -"jurei para nunca mais! Tantos carros, tanta confusão! Aqui sim, respira-se ar puro e vive-se em paz". Verdade, verdadinha, nós fomos testemunhas: a Natureza mora aqui.

panoramica.JPG

20151214_131536-cópia.jpggalafura3.JPGDSC05731.JPGgalafura.JPG20151214_131833.jpggalafura4.JPG

galafura2.JPG

DSC05771.JPG

DSC05775.JPG

DSC05781.JPG

DSC05784.JPG

DSC05785.JPG

DSC05962.JPG

Férias de 2015 passadas, toca a planear os destinos para 2016. Quanto a vós, não sejam como aqueles maridos (e mulheres!) que vão procurar lá fora quando têm melhor em casa. Nas próximas férias, façam as malas mas não apanhem o avião. Apanhem o comboio ou peguem no carro e partam à aventura por esse jardim à beira-mar plantado.

 

Boa Viagem,

Mrs.

 

Todas as fotos são da autoria do Uma Vida para Dois

Férias D'ouro - A Quinta do Bosque

Quando decidimos passar 3 noites e 4 dias no Douro, nas nossas férias de Dezembro, a escolha do alojamento foi a decisão mais fácil. O Booking.com é a nossa plataforma de eleição para reservar um local onde dormir e a Quinta do Bosque era das opções com melhor nota, melhores comentários, melhor relação-qualidade preço e claro, com as fotografias mais encantadoras.

7.JPG

Situada em Mesão Frio, a 20 minutos de Peso da Régua, a casa Quinta do Bosque um local óptimo para ficar hospedado. Para além do Miradouro de S.Silvestre que proporciona uma vista lindíssima sobre a paisagem, Mesão Frio está relativamente perto de outros locais imperdíveis no Douro.

 

A acessibilidade à Quinta não é fácil nem prática: as estradas sinuosas e caminhos tortuosos que caracterizam a região do Douro fazem com que a maior parte do alojamento da zona não seja o mais acessível. No entanto, vale 100% a pena.

 

À chegada à Quinta do Bosque as boas-vindas chegaram com um cálice de vinho do Porto, biscoitos e pastéis de nata, servidos junto à lareira na sala com vista para a paisagem. 

DSC05646-cópia.JPG

Para nós, seria muito importante que, passando férias no Douro, o alojamento tirasse partido da paisagem e nisso, a Quinta do Bosque não deixa a desejar, com as suas janelas panorâmicas ao longo da casa e com varanda nos quartos. Bastava pressionar o botão do telecomando para que a persiana subisse e a paisagem desejava-nos o bom-dia quando ainda nem tínhamos levantado da cama! Toda a casa está decorada com extremo requinte, atenta aos pormenores. Para além de acolhedor e confortável, o quarto  tinha ao dispor chá e biscoitos sem custos extra. 

DSC05644.JPGDSC05908.JPG

DSC05655.JPG

DSC05656.JPG 

DSC06034.JPGDSC05904.JPG

O pequeno-almoço é buffet e não tem hora fixa para ser servido! Variado e delicioso, foram servidos produtos são caseiros e regionais que nos deliciaram o paladar.  

DSC05902.JPGDSC05905.JPG

DSC05906.JPG

DSC05907.JPG

quinta do bosque.JPG 

DSC06033.JPG

É o destino ideal para quem procura sossego, paz e tranquilidade. 

Fica a vontade de regressar em dias quentes para que seja possível desfrutar da maravilhosa piscina. Quanto a vocês, apressem-se a fazer a vossa reserva: a Quinta do Bosque só dispõe de 3 quartos.

 

Em breve publicaremos a nossa experiência pelo Douro.

Até lá...

bons passeios!

 

Mr. and Mrs.

 

Todas as fotos são da autoria do Uma Vida para Dois

Papa de Aveia de Café

A versatilidade das papas de aveia é incrível, basta puxar pela imaginação e pensar nas melhores combinações. A nossa última combinação foi juntar café à nossa receita original que para além de deliciosa revela-se uma bomba energética. Ideal para começar o dia com energia, principalmente...uma Segunda-Feira!

papa de aveia de café 6.jpgpapa de aveia de café.jpg

papa de aveia de café4.jpg

 Bom Apetite!

Mr. and Mrs.

 

Receita e fotos da autoria do Uma Vida para Dois

O Ratinho do Presépio

Como são maravilhosas as histórias de Natal. O Cavaleiro da Dinamarca de Sophia de Mello Breyner e A Christmas Carol de Dickens, são alguns contos que marcaram a minha infância. Já sabia a história de cor, mas mesmo assim repetia a leitura todos os anos - quando pegava nesses livros era sinal que o Natal estava à porta e que era tempo de reler mais uma vez as palavras que faziam reviver o espírito natalício. O Ratinho do Presépio nasceu este Natal e é um desses livros indispensáveis a esta época. Ideal para encantar miúdos e graúdos, conta-nos acerca dos animais já conhecidos do presépio e de outro ainda que nos é dado a conhecer...o Ratinho! 

 

Quanto a nós, não perdemos o lançamento do livro na livraria Santiago em Óbidos, que recentemente foi classificada como vila literária pela UNESCO. A Igreja de São Tiago, templo iniciado no século XII e um dos edifícios mais emblemáticos da vila, é agora uma livraria maravilhosa que não pode deixar de ser local de passagem obrigatória numa visita à Vila.

20151205_155929.jpg20151205_155842.jpg

As ilustrações maravilhosas de Joana Santos.

20151205_155856_001.jpg 20151205_164320.jpg

Sessão de autógrafos pela autora, Conceição Soares.20151205_164655.jpg

obidos.jpg

 

Crepúsculo em Óbidos.

 

 

ratinho.jpg

 

Para além da Livraria Santiago, o Ratinho pode ser encontrado na Bertrand, Fnac, Bulhosa, entre outras. 

O próximo lançamento é já no dia 14 de Dezembro na Universidade Católica do Porto. Não Percam!

 

 Boas Leituras

Mrs.

Ovo na Caneca

Quem trabalha turnos da noite sabe bem o quanto é penoso ter que deixar o conforto da casa às dez da noite, trabalhar dez horas seguidas ao longo da madrugada e sair já o sol vai alto. Nesses dias, sinto-me uma mistura do Hulk - no que diz respeito ao mau humor, com o Garfield - no que diz respeito a comer e dormir. 

Como é o meu marido que cozinha, costuma deixar-me, cheio de boas intenções, refeições saudáveis de peixe, leguminosas e legumes harminiosamente arrumadas em tupperwares no frigorífico. No entanto, sem dúvida que não é isso que apetece a um Garfield que acorda às 17h da tarde com o humor do Hulk. Apetece, pois, comida de conforto para a alma: desde chocolates a gelados, desde ovos mexidos com fiambre, a queijo sem pão, a leite condensado à colher! É aqui que convém antecipar estas situações e claro está, não ter nada disso em casa. É por isso que, uma das minhas comidas de conforto nestas situações passa pelo ovo na caneca no microondas. Rápido, fácil de preparar, delicioso e mais saudável que qualquer um das outros alimentos que enunciei anteriormente. 

Para aqueles que não trabalham de noite, mas mesmo assim precisam de uma comida de conforto rápida e fácil, aqui segue a sugestão: 

 

ovo na caneca3.JPG

receita ovo2.jpgovo na caneca.JPGovo na caneca de cima.JPG

 Alguém por aí que trabalhe por turnos e me compreenda? :)

 

Bom apetite!

Mrs.

 

Todas as fotos são da autoria do Uma Vida para Dois

Caneca: Primark

Prato colorido: Loja do Gato Preto

Barcelona

Sendo a nossa cidade espanhola preferida, não hesitámos em escolher Barcelona como destino de eleição para uma escapadinha de 5 dias a dois, fora do País. Como já tinhámos estado na cidade há alguns anos e não na companhia um do outro, seleccionámos os destinos que pretendíamos visitar novamente e aqueles que não podiamos perder nesta segunda visita à cidade.

Como forma de resumir esta viagem com base nos nossos spots preferidos, seleccionámos o nosso top de locais a não perder numa visita à cidade: 

 

UM PARQUE - Parque Guell

Originalmente destinado a ser uma urbanização, foi concebido pelo arquitecto Antoni Gaudí, expoente máximo do modernismo catalão, por encomenda do empresário Eusebi Güell. Construído entre 1900 e 1914, revelou-se um fracasso comercial e foi vendido ao Município de Barcelona em 1922, tendo sido inaugurado como parque público em 1926. Em 1969, o Parque urbano foi nomeado Monumento Histórico Artístico de Espanha, e em 1984 foi classificado pela UNESCO como Património da Humanidade. 

Hoje em dia, é quase proibido visitar Barcelona sem passar pelo parque Güell. A beleza e criatividade da arquitectura, inseridas num parque verde cheio de vegetação, criam uma atmosfera mágia que só consegue ser estragada pelo excesso de turistas que o visitam. Quando o visitámos aquando da primeira ida a Barcelona, o acesso era livre e a espera era curta. Agora, para controlo de número de visitantes, existem horas marcadas para visitar o parque. Para evitar longas horas de espera, aconselhamos a compra do bilhete online, que permite agendar data e hora para a visita.  

DSC04824-001.JPG

DSC04834-001.JPG

DSC04848-001.JPG

20150901_164208.jpg

20150901_163512.jpg

20150901_160451 3.jpg

20150901_144202.jpg

DSC04847.JPG

DSC04851.JPG

 

UM JARDIM - Cidadela

Repleto de zonas para passear, um lago maravilhoso e uma cascata única, é um dos jardins mais bonitos que já alguma vez visitámos. Não perdemos a oportunidade de dar um passeio de barco a remo no lago, uma experiência inesquecível realizada ao pôr-do-sol com a luz do entardecer. É local de passagem obrigatória numa passagem, ainda que breve, pela cidade.

 

20150901_185346.jpg20150901_190221.jpgDSC04876-001.JPG

DSC04877-001.JPG

 

UM BAIRRO - Bairro Gótico

O Bairro Gótico é um dos quatro bairros que formam o distrito de Ciutat Vella. É o núcleo mais antigo da cidade e seu centro histórico. Adorámos passear sem destino no Bairro Gótico: à medida que nos íamos perdendo, íamos descobrindo catederais, igrejas, lojinhas, restaurantes e claro, os detalhes arquitectónicos das ruas. A Igreja de Santa Maria Del Mar, foi a igrejas de que mais gostámos de visitar dentro do bairro.

20150902_184816.jpg

20150902_184828.jpg20150902_184912.jpg

UM RESTAURANTE - Vinitus

Não partimos de viagem sem levar uma lista de bons locais para comer e beber a preços acessíveis ao nosso bolso. Em todo o lado existem restaurantes para caçar turistas, com péssima comida a preços elevados, e por isso há que fugir deles! O Vinutus não constava na nossa lista, foi-nos dado a conhecer por um amigo que vive em Barcelona, e foi uma experiência maravilhosa. Tapas de grande qualidade, variadas, critativas e absolutamente deliciosas. Quanto às sobremesas, provámos a melhor crema catalana de sempre!

Barcelona 6.jpg DSC05115.JPG

 

UM BAR - O Bosque das Fadas

 O Bosque das Fadas é o bar ideal para adeptos da magia das figuras mitológicas e contos de fadas como...nós. O ambiente recria uma floresta com árvores personificadas, seres únicos e criaturas mágicas. Numa rua perpendicular ao final das Ramblas, podemos então encontrar o Bosque das Fadas, que pode ser visitado tanto de dia como de noite. Encantador!

20150902_164647.jpg

DSC04983-002.JPG

Barcelona 20152.jpg 

 

UM MERCADO - La Boqueria

La Boqueria oferece uma variedade imensa de tudo o que se possa imaginar: desde gomas criativas como mostra a imagem, aos melhores mariscos; desde tapas e bocadillhos a ovos frescos; desde copos de frutos exóticos já descascada a doces deliciosos. Merece sem dúvida uma visita!

barcelona fotos.jpg

 

UMA CATEDERAL

 O Templo da Sagrada Família de Barcelona foi iniciado em 1882 e ainda hoje se encontra inacabado. O seu projecto é também da autoria de Gaudi, que aplicou os ideiais da Arte Nova à arquitetura religiosa. Apesar das obras já durarem há mais de uma centena de anos, a Sagrada Família ainda está em construção, e sua conclusão só deve ocorrer após 2026. As suas 8 torres actualmente construídas chegam a 125 metros de altura, e quando as restantes 10 torres planeadas estiverem prontas, irão superar as Basílica de São Pedro no Vaticano e Notre Dame em Paris.

A entrada na Sagrada Família é emocionante. A grandiosidade do templo é sublime e deslumbra logo ao primeiro impacto. O jogo de cores produzido pela luz através dos vitrais é lindíssimo, levando-nos a ficar horas a deambular pela catedral a admirar a beleza dos mais ínfimos pormenores. Mesmo para quem não aprecia arte religiosa, é impossível ficar indiferente à conjugação harmoniosa de geometrias e cores da catederal.

DSC04935.JPG2015-09-02 08.15.45.jpg

20150902_131704.jpg

20150902_132200.jpg

20150902_132305.jpg

2015-09-02 08.18.19.jpg

 

Barcelona 2015-001.jpg

2015-09-02 08.13.27.jpg

 

UM ITINERÁRIO - Da Praça de Espanha ao Museu de Arte da Catalunha

Um dos itinerários que mais gostámos de fazer em toda a viagem começou na Praça de Espanha de Barcelona. Jantámos no topo das Galerias das Arenas de Barcelona, onde é possível ter uma vista maravilhosa (foto abaixo) sobre a praça, e sobre o Museu de Arte da Catalunha, iluminado, ao fundo na foto. Das Arenas, descemos pelo elevador panorâmico e percorremos o caminho desde a praça de espanha até à fonte luminosa.

barcelona4.jpg

Na altura da nossa Viagem, em Setembro, a fonte em frente ao museu era protagonista de um espectáculo único de som, luz e cor, que reunia centenas de pessoas em seu redor. 

DSC05044.JPGDa fonte, seguimos em linha recta até ao Museu. Embora não tivessemos oportunidade de conhecer o seu interior, a fachada exterior é lindíssima com as suas estátuas e escadarias sublimes. A subida pelas longas escadarias uma experiência a não perder, e vale a pena chegar ao topo para observar a vista sobre a cidade. No topo das escadarias, artistas de rua interpretavam temas dos Beatles enquanto dezenas de pessoas sentadas nos degraus e nos muros, apreciavam a vista ao som da música. 

20150903_233658.jpg20150903_234236.jpg20150903_233634.jpg

barcelona5.jpgbarcelona1.jpg

 

Outros pormenores da nossa viagem, que não podemos deixar de partilhar:

20150903_125002.jpgDSC05016.JPG

A Fachada exterior da Casa Batló

 

DSC05021.JPG

 A Fachada exterior da Casa Milá/La Pedrera

 

barcelona2.jpg

 

Casa Bruno Quadros, nas Ramblas.

20150901_203905.jpg

Uma das várias fontes iluminadas ao longo da cidade

 

20150904_154116.jpg

 Os Hamburgueres maravilhosos da Bacoa 

 

chegada a lisboa.jpg

 A Chegada a Lisboa, vista do avião

 

20150831_191949.jpg

No final da viagem, os pastéis de nata de chocolate deliciosos, da Chocolate Lounge do Aeroporto de Lisboa. Nada como receber as boas-vindas assim...

 

O único ponto negativo de Barcelona é o EXCESSO de turistas na Cidade, que retira a magia e beleza dos locais, tais cabeças de cogumelo a estragaram os panoramas. Aconselhamos a escolha da época baixa para visitar a cidade, para evitarem a aventura de tentar tirar uma fotografia sem emplastros.

Á parte disso, tal como cantavam os Queen "Barcelona - La musica vibró, Barcelona - Y ella nos unió, And if God willing we will meet again someday", ainda faremos uma terceira visita à cidade.

 

E vocês já visitaram Barcelona?

 

Boas Viagens!

Mr. and Mrs.

 

Todas as fotos são da autoria do Uma Vida Para Dois

Paella de Quinoa

Já na Primavera deste ano tinhamos falado aqui nos benefícios da Quinoa e em como somos fãs deste super-cereal. Fonte completa de proteína, é ingrediente que mora sempre na nossa dispensa e que se senta à mesa conosco em várias refeições. Tendo passado por Barcelona em Setembro passado, viemos inspirados pelos pratos maravilhosos que por lá provámos. Foi daí que surgiu a ideia de procurar uma versão alternativa da Paella clássica e concretizá-la. Eis o resultado: 

paella de quinoa2.jpg

paella de quinoa receita.jpg

 

paella quinoa.jpg

 

paella.jpgpaella quinoa2.jpg

E vocês, qual a vossa relação com a Quinoa? Quanto a nós, altamente comprometidos. ;)

 

 

Receita: 

http://www.myfoodandhappiness.com/easy-seafood-quinoa-paella/

 

Todas as fotos são da autoria do uma vida para dois

 

 

Fusão Portugal/Brasil - O restaurante Aromas e Temperos

Não, está absolutamente fora de questão sair de casa para comer num restaurante e sair desiludido. Sim, o factor supresa é sempre agradável, mas é bem pior ser surpreendido pela negativa seja com comida má, atendimento medíocre, ou com um espaço sujo. É por isso que, é raro sairmos de casa sem umas pesquisas prévias para evitar surpresas desagradáveis.

 

Foi assim que descobrímos o Aromas e Temperos, considerado pelos utilizadores pelo TripAdvisor como um dos melhores restaurantes de Lisboa. Como fica a 2 minutos a pé da nossa casa, não hesitámos em ir até ao Aromas e Temperos numa noite de Novembro preguiçosa, em que não apetecia cozinhar nem fazer grandes viagens para comer bem.

 

Adoramos comida de fusão. Geralmente a cozinha de fusão surpreendem por ser diferentes com combinações improváveis e sabores inesperados. E foi isso que aconteceu com esta fusão entre pratos típicos portugueses e...brasileiros!

O espaço não podia ser mais pequeno, tem o tamanho de uma sala de estar grande, com umas 6 mesas. Ainda assim, proporciona um ambiente acolhedor e muito agradável, com bossa nova a acompanhar a refeição.

 

Não podiamos ter sido recebidos com maior simpatia: foram-nos explicado pormenorizadamente cada um dos pratos permitindo-nos escolher sem grandes dúvidas.

2015-11-06 19.00.57.jpg

Começámos pelos pastéis de Bacalhau com a massa do famoso pastel de Vento brasileiro. Leves e muito saborosos, ficámos deliciados.

 

2015-11-06 19.07.45.jpg

Seguiram-se as placas sertanejas, plaquinhas crocantes com queijo de cabra com cebola caramelizada.

 

2015-11-06 19.30.22.jpg

Veio então o Bobó de camarão, o prato tipico brasileiro com camarão e mandioca. Nunca tinhamos provado e adorámos!

 

2015-11-06 19.48.13.jpg

Seguiram-se os Crocantes da Ilha. Queijo da ilha envolto em mandioca com compota a acompanhar. Não podia haver melhor combinação.

2015-11-06 19.51.53.mpo

2015-11-06 20.06.19.mpo

Chegou a hora da sobremesa: pedimos o Amarelinho, um pudim delicioso com sabor a ovos e côco. Acompanha com lascas de côco.

 

2015-11-06 20.06.32.mpo

 O Brigadeiro não podia ficar de fora, ainda para mais com morangos no topo. Não podiamos ter terminado melhor a refeição!

 

2015-11-06 20.25.39.mpo2015-11-06 20.25.02.mpo

 O nosso estômago saiu de lá apaixonado e já nos pede a próxima visita.

Agora já sabemos: quando der a vontade de viajar para o Brasil, é só subir a rua até ao Aromas e Temperos.

 

Bom Apetite!

Mr. and Mrs.

 

Todas as fotos são da autoria do Uma Vida para Dois