Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

É uma Vida para Dois

Livros para folhear, filmes para ver, sabores para provar, destinos para descobrir. Gostamos de experimentar tudo o que há de novo aqui e acolá! Queremos a vida bem passada e bem servida, se faz favor!

Santorini - Dicas de Viagem

MELHOR ALTURA DO ANO PARA A VIAGEM: 

Nós estivemos em Santorini nos primeiros dias de Junho, e as temperaturas rondavam entre os 20 e os 25 graus. Estava uma temperatura agradável quando não estava vento, mas a maioria dos dias foram ventosos e tornava-se desagradável estar na piscina e impossível de estar na praia com areia a voar por todo o lado. Num dos dias, o céu esteve encoberto por algumas horas, e chuviscou. Provavelmente em Julho e Agosto será a melhor opção, mas acreditamos que se trate essencialmente de uma questão de sorte tendo em conta as alterações climáticas que se têm verificado na Europa.

 

QUANTOS DIAS FICAR: 

Nós ficámos em Santori 5 noites, tempo mais do que suficiente para passear, descansar, relaxar e ainda repetir os meus locais. Fomos a Oia todos os dias, e tivemos tempo para tudo. 3 noites são suficientes se forem com menos tempo e se não pretenderem repetir locais.

 

ONDE DORMIR:

Nós ficámos em Fira, onde os preços são mais acessíveis, por ser uma região central, que comunica facilmente com todas as outras regiões, e por não termos percebido nas pesquisas sobre Santorini que Fira não era tão maravilhosa como Oia. Gostámos de dormir em Fira sim, mas quando conhecemos Oia ficámos arrependidos de não ter antes escolhido um daqueles hoteis maravilhosos de Oia.

Oia é a opção mais extraordinária para dormir, pela sua beleza e pela variedade de hotéis encantadores com vistas fantásticas, mas os preços também são mais altos. No entanto, achamos que vale a pena juntar mais dinheiro e poder ter a experiência fantástica de pernoitar em Oia. Ver o pôr-do-sol do próprio hotel deve ser fantástico.

As restantes regiões de Santorini são para quem pretende fazer umas férias de praia e piscina, mas ir a Santorini só para isso, parece-nos um desperdício.

Nós ficámos no Agnadema Apartements, em Fira, e gostámos muito. É um hotel pequeno, familiar, com um óptimo atendimento pela simpatia e disponibilidade. A piscina é muito agradável e com uma excelente vista para a caldeira, que foi um dos critérios para a nossa escolha. O pequeno-almoço é muito simples e nada de especial. Fica a cerca de 900 metros do centro de Fira, costumávamos demorar 10/15 min a pé até ao centro.

Atenção que a subida até ao hotel é ingreme, e com malas torna-a muito cansativa. Pagámos à volta de 40 eur por noite (2013) e achámos que tem uma boa relação qualidade/preço relativamente a outras opções na zona. 

 

SAM_1422.JPG

SAM_1434.JPG

SAM_1435.JPG

SAM_1464.JPG

SAM_1928.JPG

 

COMO CHEGAR:

Chegámos a Santorini através de Ferry (Blue Star Ferries), das nossas pesquisas o transporte marítimo mais seguro e fiável para chegar. Pagámos 50 euros por pessoa, e foi uma viagem de 8 horas. Comprámos o bilhete online, com cerca de um mês de antecedência.

É uma viagem confortável, tem espaço suficiente para andar pelo barco e passar o tempo, mas aconselhamos a companhia de um bom livro. Levámos comida para a viagem. Existiam outras opções de transporte marítimo, mas as criticas eram muito negativas.

Também é possível chegar a Santorini através de avião.

Inserido num cruzeiro, acreditamos que seja também uma viagem muito agradável.

SAM_1298.JPG

SAM_1300.JPG

SAM_1314.JPG

 

SAM_2162.JPG

 

MEIO DE TRANSPORTE: 

Chegado o Ferry a Santorini, a primeira coisa que fizémos foi alugar um carro. Opções não falta, é posto de aluguer sim, posto de aluguer não. Convém ouvir todas as propostas e fazer uma escolha. Nós pagámos 20 eur por dia (2013) e achámos que foi sem dúvida a melhor opção para conhecer a ilha.

Atenção ao trânsito, é caótico! Pouca gente respeita o código da estrada.

Existem outras opções de aluguer como scooter, quadricículo e bicicleta.

 

COMIDA E BEBIDA: 

É dicifil comer mal em Santorini. Comemos Saladas Gregas (queijo feta, pimentos, alcaparras, cebola, tomate, pepino, azeitonas, azeite, sal e pimenta) várias vezes, que são maravilhosas.

Existem várias padarias que vendem pães recheados com queijo feta e azeitonas, que são uma opção pratica e muito boa.

Os Gyros (espécie de pão pita com carne e salada no interior) de são também uma óptima opção saborosa e prática, e disponível em todo o lado.

Fomos várias vezes comer ao Obelix, um stand de comida típica grega, que é óptimo e barato, permite experimentar várias especialidades típicas sem gastar muito dinheiro. 

A bebida alcoólica tipica é o Ouzo, um licor de anis que achámos intragável. Mas pode ser que vocês gostem :)

Já a cerveja Volkan é óptima, com o seu ligeiro toque de sabor a mel. 

O que não faltam também são supermercados (Lidl, Carrefour, etc) onde nos pudémos abastecer.

 

DSC_0785.JPG

Foto: Tirada no Obelix - Molho Tzatziki (iogurte com pepino e hortelã, óptimo para batatas) e cerveja com mel

 

PRAIAS:

Não consideramos que Santorini seja a ilha ideal para quem pretende fazer praia. Também não era a nossa ideia, mas queriamos tomar um banho no mar Egeu e não conseguimos. 

Quem pretende a Grécia para fazer praia, talvez deva escolher outras ilhas. As praias de Santorini têm areia escura, de grãos grossos, a água é fria e pelo menos em Junho, são muito ventosas. 

Aconselhamos visitar a praia vermelha, cujos grãos de areia cor de tijolo, tornam-a única. O caminho é pouco acessível, pelo que aconselhamos calçado confortável. 

 

SAM_1766.JPG

Nota: Todas as fotos são da autoria do Uma Vida para Dois

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.