Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

É uma Vida para Dois

Livros para folhear, filmes para ver, sabores para provar, destinos para descobrir. Gostamos de experimentar tudo o que há de novo aqui e acolá! Queremos a vida bem passada e bem servida, se faz favor!

Restaurante Grego Pita.Gr

Devido à mudança de local de trabalho de um de nós, andamos mais ausentes do blog: adaptação a novos horários, novas rotinas, e novas funções, implicando, pelo menos nesta fase inicial menos disponibilidade e atenção para o blog.

 

Foi uma mudança profissional para melhor, com mais desafios e maior realização, mas com um senão enorme inerente a todas as mudanças profissionais que ocorrem antes do Verão: não poderemos ir de férias. Encontro-me por essa razão de coração despedaçado, não tanto por saber que somará dois anos seguidos sem descanso, mas por saber que 2015 será um ano sem pisar solo desconhecido, e sem viver as experiências e as aventuras que só as férias e as viagens podem proporcionar.

 

Por isso, resta-nos aproveitar os dias livres de folga e de sol para fingir que estamos de férias. E foi por essa razão, que mesmo sem gostarmos da Costa da Caparica (os amantes da Costa que nos desculpem), que fizemos a ponte 25 de Abril apenas por almoçarmos no restaurante Pita.Gr, para matarmos saudades de uma das melhores gastronomias europeias: a Grega. Embora não desse para matar saudades dos ares e das paisagens maravilhosas da Grécia, contentámo-nos em deliciar com as iguarias típicas e relembrar a nossa viagem às terras gregas.

 

2015-05-24 10.54.56.jpg2015-05-24 10.54.49.jpg

2015-05-027.jpg2015-05-24 10.18.29.jpg

2015-05-24 10.54.23.jpg

2015-05-026.jpg

 

O ambiente e a decoração do Pita.gr recria 100% os espaços gregos. Desde a conjugação do branco com o azul, aos pormenores decorativos, a intenção é proporcionar ao cliente a sensação de que pisamos em terras gregas.

Como já conheciamos alguns nomes de iguarias gregas, foi fácil saber o que pedir. Para quem não sabe, o menu está explicito e os empregados atenciosos sempre prontos a orientar a escolha.

 

2015-05-24 09.52.37.jpg

Começámos com Musakas de Beringela, com carne picada, bechamel e queijo feta. Uma pasta deliciosa, que comemos com pão pita grelhado, presente na foto abaixo.

 

2015-05-24 09.53.03.jpg

Pedimos também Batatas Furnu, com aromas de citrus, oregãos gregos e molho Tsatsiki. Este molho é muito típico na Grécia, feito com iogurte e pepinos e que combinava maravilhosamente com as batatas.

 

2015-05-24 09.54.41.jpg

A Tiropita (massa folhada filo recheada com feta e servida com mel e sésamo torrado) do Pita.gr também é de comer e chorar por mais. Nós não chorámos por mais porque ainda tinhamos muitas outras iguarias para experimentar.

 

2015-05-24 10.02.55.jpg

 

Para ele veio um Suvlaki, espetadas de frango com bacon e pimentão, cuja carne muito tenra combinava na perfeição com os acompanhamentos.

 

2015-05-24 10.03.15.jpg

2015-05-24 10.03.21.jpg

 Para mim veio um Gyros vegetariano (pita recheada com queijo feta, legumes e azeitonas Kalamata). Na Grécia, o Gyros custa à volta de 2 euros e vende-se na rua em qualquer lugar. É uma óptima sugestão para quem não pretende gastar muito dinheiro num almoço rápido e delicioso! Este gyros estava bom, embora ganhasse se levasse um molho. Fica a sugestão para o Pita.Gr!

 

2015-05-24 09.49.56.jpg

Acompanhámos  arefeição com Ice Tea's Gregos: Chá Verde com Groselha e Chá de Roibos

 

2015-05-025.jpg

Cheesecake de Maracujá, uma delicía a não perder!

 

2015-05-028.jpg

 E Tahini choco, uma mousse de tahini com chocolate e bolachas melomacarona de mel. O tahini é uma pasta feita de sementes de sésamo que resultou lindamente com o chocolate.

 

Termina aqui a nossa viagem à Grécia e fica aqui a nossa petição para abrirem um Pita.Gr em Lisboa ou na linha de Cascais, em que o ambiente grego ainda ficaria melhor representado!

 

E com isto me despeço...

Αποχαιρετώ! 

(Que significa Tchau em grego)

 

Mrs.

 

 

Todas as fotos são da autoria do Uma Vida para Dois

 

Santorini – o Pôr-do-Sol

O pôr-do-sol em Santorini é considerado um dos mais bonitos do mundo e Oia é o local mais bonito para assistir a este momento.

Mais de 3 horas antes do pôr-do-sol em Oia, começa a competição entre os lugares para contemplar esse momento único. Ao longo dos muros, muralhas, esplanadas, bancos, as pessoas vão-se espalhando que nem formigas. Qualquer cantinho serve desde que a tela esteja enquadrada para ver o sol a descer. Vai descendo devagar para, de repente, ser engolido completamente pelo mar. Nós adorámos!!

SAM_1983.JPG

SAM_1982.JPG

 

SAM_1981.JPG

SAM_2008.JPG

SAM_2016.JPG

 SAM_2020.JPG

Santorini - Dicas de Viagem

MELHOR ALTURA DO ANO PARA A VIAGEM: 

Nós estivemos em Santorini nos primeiros dias de Junho, e as temperaturas rondavam entre os 20 e os 25 graus. Estava uma temperatura agradável quando não estava vento, mas a maioria dos dias foram ventosos e tornava-se desagradável estar na piscina e impossível de estar na praia com areia a voar por todo o lado. Num dos dias, o céu esteve encoberto por algumas horas, e chuviscou. Provavelmente em Julho e Agosto será a melhor opção, mas acreditamos que se trate essencialmente de uma questão de sorte tendo em conta as alterações climáticas que se têm verificado na Europa.

 

QUANTOS DIAS FICAR: 

Nós ficámos em Santori 5 noites, tempo mais do que suficiente para passear, descansar, relaxar e ainda repetir os meus locais. Fomos a Oia todos os dias, e tivemos tempo para tudo. 3 noites são suficientes se forem com menos tempo e se não pretenderem repetir locais.

 

ONDE DORMIR:

Nós ficámos em Fira, onde os preços são mais acessíveis, por ser uma região central, que comunica facilmente com todas as outras regiões, e por não termos percebido nas pesquisas sobre Santorini que Fira não era tão maravilhosa como Oia. Gostámos de dormir em Fira sim, mas quando conhecemos Oia ficámos arrependidos de não ter antes escolhido um daqueles hoteis maravilhosos de Oia.

Oia é a opção mais extraordinária para dormir, pela sua beleza e pela variedade de hotéis encantadores com vistas fantásticas, mas os preços também são mais altos. No entanto, achamos que vale a pena juntar mais dinheiro e poder ter a experiência fantástica de pernoitar em Oia. Ver o pôr-do-sol do próprio hotel deve ser fantástico.

As restantes regiões de Santorini são para quem pretende fazer umas férias de praia e piscina, mas ir a Santorini só para isso, parece-nos um desperdício.

Nós ficámos no Agnadema Apartements, em Fira, e gostámos muito. É um hotel pequeno, familiar, com um óptimo atendimento pela simpatia e disponibilidade. A piscina é muito agradável e com uma excelente vista para a caldeira, que foi um dos critérios para a nossa escolha. O pequeno-almoço é muito simples e nada de especial. Fica a cerca de 900 metros do centro de Fira, costumávamos demorar 10/15 min a pé até ao centro.

Atenção que a subida até ao hotel é ingreme, e com malas torna-a muito cansativa. Pagámos à volta de 40 eur por noite (2013) e achámos que tem uma boa relação qualidade/preço relativamente a outras opções na zona. 

 

SAM_1422.JPG

SAM_1434.JPG

SAM_1435.JPG

SAM_1464.JPG

SAM_1928.JPG

 

COMO CHEGAR:

Chegámos a Santorini através de Ferry (Blue Star Ferries), das nossas pesquisas o transporte marítimo mais seguro e fiável para chegar. Pagámos 50 euros por pessoa, e foi uma viagem de 8 horas. Comprámos o bilhete online, com cerca de um mês de antecedência.

É uma viagem confortável, tem espaço suficiente para andar pelo barco e passar o tempo, mas aconselhamos a companhia de um bom livro. Levámos comida para a viagem. Existiam outras opções de transporte marítimo, mas as criticas eram muito negativas.

Também é possível chegar a Santorini através de avião.

Inserido num cruzeiro, acreditamos que seja também uma viagem muito agradável.

SAM_1298.JPG

SAM_1300.JPG

SAM_1314.JPG

 

SAM_2162.JPG

 

MEIO DE TRANSPORTE: 

Chegado o Ferry a Santorini, a primeira coisa que fizémos foi alugar um carro. Opções não falta, é posto de aluguer sim, posto de aluguer não. Convém ouvir todas as propostas e fazer uma escolha. Nós pagámos 20 eur por dia (2013) e achámos que foi sem dúvida a melhor opção para conhecer a ilha.

Atenção ao trânsito, é caótico! Pouca gente respeita o código da estrada.

Existem outras opções de aluguer como scooter, quadricículo e bicicleta.

 

COMIDA E BEBIDA: 

É dicifil comer mal em Santorini. Comemos Saladas Gregas (queijo feta, pimentos, alcaparras, cebola, tomate, pepino, azeitonas, azeite, sal e pimenta) várias vezes, que são maravilhosas.

Existem várias padarias que vendem pães recheados com queijo feta e azeitonas, que são uma opção pratica e muito boa.

Os Gyros (espécie de pão pita com carne e salada no interior) de são também uma óptima opção saborosa e prática, e disponível em todo o lado.

Fomos várias vezes comer ao Obelix, um stand de comida típica grega, que é óptimo e barato, permite experimentar várias especialidades típicas sem gastar muito dinheiro. 

A bebida alcoólica tipica é o Ouzo, um licor de anis que achámos intragável. Mas pode ser que vocês gostem :)

Já a cerveja Volkan é óptima, com o seu ligeiro toque de sabor a mel. 

O que não faltam também são supermercados (Lidl, Carrefour, etc) onde nos pudémos abastecer.

 

DSC_0785.JPG

Foto: Tirada no Obelix - Molho Tzatziki (iogurte com pepino e hortelã, óptimo para batatas) e cerveja com mel

 

PRAIAS:

Não consideramos que Santorini seja a ilha ideal para quem pretende fazer praia. Também não era a nossa ideia, mas queriamos tomar um banho no mar Egeu e não conseguimos. 

Quem pretende a Grécia para fazer praia, talvez deva escolher outras ilhas. As praias de Santorini têm areia escura, de grãos grossos, a água é fria e pelo menos em Junho, são muito ventosas. 

Aconselhamos visitar a praia vermelha, cujos grãos de areia cor de tijolo, tornam-a única. O caminho é pouco acessível, pelo que aconselhamos calçado confortável. 

 

SAM_1766.JPG

Nota: Todas as fotos são da autoria do Uma Vida para Dois

 

Santorini

Estivemos em Santorini no início de Junho de 2013, um dos destinos mais maravilhosos que alguém pode conhecer. 

Santorini (Tira - Santorini em Grego) é a maior ilha de um pequeno arquipélago circular, e é essencialmente o que restou depois de uma gigantesca erupção vulcânica e que criou a caldeira geológica atual. 

 

Santorini (Tira) compõe-se de várias regiões: Fira, Oía, Kamari, Perissa e Perívolos as mais procuradas.

 

Fira - É a capital e localiza-se no topo de um penhasco, de frente para a lagoa da caldeira. Proporciona uma vista única e é o centro de tudo, oferecendo uma série de lojas, bares e restaurantes com preços acessíveis. 

 

Oia - É a região mais maravilhosa de Santorini, todas as fotos típicas de ilha, caracterizadas pelas casinhas brancas com cúpulas azuis e rodeadas do azul do mar , são tiradas daí. É o ponto de passagem obrigatório, porque é Oia que torna Santorini o encanto que é. Não existe nada igual, é maravilhoso passar horas a contemplar as paisagens e a relaxar. O pôr-do-sol é dos mais famosos do mundo.

 

Kamari, Perissa e Perívolos, são regiões de praia, e não têm encosta. As típicas vistas panorâmicas não estão presentes.

 

Tirando Oia, destino único, maravilhoso, extraordinário, todas as outras regiões de Santorini não são nada que vocês não tenham já visto e não têm nada de fantástico, assemelhando-se em algumas áreas às zonas balneares extremamente turísticas a que estamos habituados no Algarve. É bom moderar as expectativas porque nós julgávamos que Santorini fosse 100% as paisagens que se vê nas fotografias e não é verdade. Oia sim, é exactamente ou até melhor como se vê nas fotografias e vale muito a pena vir a Santorini só por ela. 

 

SAM_1590.JPG

SAM_1600.JPG

 

 

SAM_1584.JPG

SAM_1631.JPG

SAM_1714.JPG

O comércio

SAM_1729.JPG

SAM_1841.JPG

 As esplanadas maravilhosas

SAM_1951.JPG

SAM_1971.JPG

SAM_1979.JPG

As tonalidades douradas com a aproximação do momento do Pôr-do-SolSAM_1980.JPG

SAM_2024.JPG

SAM_2078.JPG

SAM_1686.JPG

SAM_1702.JPG

SAM_1834.JPG

SAM_1836.JPG

SAM_2104.JPGOs casamentos estão sempre a acontecer em Santorini, é um destino muito procurado para casar, principalmente pelos asiáticos.

SAM_2147.JPG

 

SAM_2024.JPG

SAM_2094.JPG

SAM_2113.JPG

SAM_2128.JPG

SAM_2134.JPG

SAM_2141.JPG

 Todas as fotos são da nossa autoria - Uma Vida para Dois