Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

É uma Vida para Dois

Livros para folhear, filmes para ver, sabores para provar, destinos para descobrir. Gostamos de experimentar tudo o que há de novo aqui e acolá! Queremos a vida bem passada e bem servida, se faz favor!

Rice Me

Não é que no Sábado à noite o elevador da garagem do nosso prédio avariou pela enésima vez? Rogando pragas ao sucedido, trocámos a nossa intenção de ir de carro ao El Corte Inglés, por uma caminhada de 20 minutos da nossa casa até lá. E se há azares que vêm por bem, temos que agradecer à Thyssen Krupp Elavadores, porque se o elevador do nosso prédio funcionasse na perfeição, tinhamos saído directos da garagem da nossa casa à garagem do El Corte Inglés, sem nunca reparar no Rice Me

 

Numa perpendicular à Avenida António Augusto de Aguiar, na Rua Carlos Testa nº18, moram os peritos em arroz. Química à primeira vista, ao perceber que neste restaurante o protagonista só podia ser o arroz, decidimos que seria aqui o nosso jantar. É raro irmos a um restaurante sem ler críticas e opiniões sobre a qualidade do que vamos encontrar, mas aquele que poderia ser um tiro no escuro, tornou-se a melhor surpresa gastronómica do mês e talvez de 2016.

Fomos recebidos com simpatia e disponibilidade, ficando a perceber que o Rice Me tinha aberto há pouco mais de uma semana. Conceito baseado no arroz, o Rice Me tem entradas, snacks, pratos e sobremesas com base em oito tipos diferentes de arroz, desde o arroz vermelho ao arroz selvagem.

 

Para entradas pedimos Dim Sum de Arroz com Camarão (2 unidades - 3,50 eur), os típicos pasteis cozidos ao vapor, tradicionais da China. Para banhar em molho de soja, estes pastéis são muito leves e absolutamente deliciosos, só é pena comerem-se tão rápido e ficar-se a chorar por mais.

DSC06621-001.JPG

DSC06622-001.JPG

 

Seguiu-se a Canja de Galinha com ovo escalfado (2 eur). Com um toque delicioso de hortelã, nada como o ovo a desfazer-se na sopa e a envolver todos os outros ingredientes..hummmm.

DSC06626-001.JPG

 

Pedimos também arroz negro em folha de couve com legumes salteados e couli de tomate (7,50 eur), uma mistura improvável mas a resultar na perfeição. Além disso, prato mais saudável é difícil.

fevereiro II.jpg 

Já próvamos alguns risottos de espargos e cogumelos noutros locais, mas podemos afirmar que este está no top3 dos melhores que já comemos. Costumamos dividir os pratos a meias, para provarmos de tudo, mas o Risotto de Espargos e Cogumelos Portobello (8,60 eur) foi muito disputado entre nós, a ver quem conseguia roubar mais garfadas!

DSC06629-001.JPG

  

 A refeição acompanhou com chá de arroz frio (1 eur), com um sabor neutro, mas ainda assim muito agradável.

DSC06620-001.JPG

 

Agora vêm as grandes surpresas...as sobremesas. A escolha foi difícil: começámos a babar-nos só de ler a ementa e ouvir a explicação do empregado.

Decidimo-nos por arroz doce com ganache de chocolate (2,95 eur). Meu Deus, esta sobremesa é de ir ao céu e voltar. Temiamos que pudesse ser um pouco enjoativa, mas nem chegou perto. O chocolate tinha um sabor delicioso, combinando na perfeição com o arroz e com as lascas de amêndoas. Sobremesa muito criativa e supreendente, não deixem de a pedir quando visitarem o Rice Me!

DSC06635-001.JPG

DSC06636-001.JPG

 

O melhor é que Rizant de Chocolate (3,55 eur) não ficou nem um milímetro atrás do arroz doce. Sobremesa tipo Petit Gateau também foi dos melhores que já alguma vez provámos. Bolo fofo por fora com chocolate derretido no interior, foi outro que também nos levou a outra dimensão. Olhem só para estas imagens...

DSC06638-001.JPG

DSC06639-001.JPG

Não podiamos pedir a carta toda, mas gostaríamos. Restam-nos outras visitas ao Rice Me, para experimentar outras opções. Têm também massas, snacks e opções para lanche. Durante a semana têm também um menu executivo.

 

E vocês? Já conhecem o Rice Me?

Bom Apetite!

 

Mr. and Mrs.

Todas as fotos são da autoria do Uma Vida para Dois

Alkimia Madeirense, em Évora

Muitos dos nossos fins-de-semana são passados em Évora. Apesar de a razão da nossa viagem ser a visita aos nossos familiares, não são precisos inventar grandes pretextos para uma visita a cidade. Cidade-Museu a céu aberto, Évora tem mil e uma razões para ser visitada várias vezes sem nunca repetir locais, sem nunca enjoar, sem nunca cansar. 

 

Já aqui tinhamos falado na maravilhosa Livraria Fonte das Letras e no Café ideal para ir com bom tempo, o Art Café Évora.

 

Mas em dias mais frios e chuvosos, o Alkimia é o lugar que apetece. Café-bar-restaurante madeirense, a decoração apaixona logo à entrada: no tecto pairam centenas de discos a olharem-nos de cima. Depois, são os livros na parede, as máquinas de costura nas mesas, os gira-discos, os relógios antigos e as cadeiras trabalhadas e forradas a veludo. A variedade de elementos decorativos e criativos, associada ao ambiente cosy que se sentir, faz do Alkimia o spot ideal para fins de tarde entre dedos de conversa rodeados de amigos. 

DSC06435-001.JPGDSC06398.JPG

DSC06399-001.JPG

DSC06407-001.JPG

DSC06415-001.JPG

DSC06417-001.JPG

DSC06423-001.JPG

DSC06424-001.JPG

DSC06427.JPG

DSC06429-001.JPG

DSC06430-001.JPG

 

Da comida, há a dizer que a oferta agrada a todos os gostos. Quanto a nós, pedimos uma tosta de salmão para dividir e arrependemo-nos de não termos pedido uma, mas para cada um: foi das melhores que já alguma vez provámos. Pedimos também chás - a carta tem muitos e variados  - desde aromas de chocolate a  aromas de canela, deliciosos e únicos. 

DSC06440-001.JPG

DSC06442-001.JPG

DSC06443-001.JPG

DSC06445-001.JPG

Curiosos para uma visita ao Alkimia?

Ele está à vossa espera.

 

Mr. and Mrs.

 

Todas as fotos são da autoria do Uma Vida para Dois 

Gutsy - A nova hamburgeria de Lisboa

Mais uma hamburgueria em Lisboa? - perguntam vocês. Apesar de as hamburguerias estarem na moda e de as suas  inaugurações serem evento recorrente, há sempre espaço para mais se o conceito for bem pensado e marcar pela diferença. É o que acontece com a Gutsy, a mais recente hamburgueria de Lisboa, situada na Rua Pascoal de Melo.

 

O espaço é amplo, minimalista, bem iluminado, proporcionando um ambiente agradável. Recorrendo a inevitáveis comparações, nem apresenta o excesso de ruído que se faz sentir no Honorato, em que ninguém consegue conversar sem megafone, nem peca pelo espaço minúsculo de qualquer uma das Hamburgueria do Bairro, em que obriga a longos períodos de espera para sentar.

 

A forma como a comida é servida também é muito criativa. Apresentada em tábuas, em vez de pratos, introduz um conceito muito criativo, de inspiração rústica. Tudo no Gutsy lembra a cozinha caseira: na parede mora o lema do restaurante - o nosso único aditivo é a frescura: todos os ingredientes da nossa cozinha são naturais e de origem certificada. 

DSC06336-001.JPGDSC06342.JPGDSC06349.JPG 

DSC06317-001.JPG

DSC06322.JPG

Começámos a refeição com os croquetes de alheira, um verdadeiro teaser de comer e chorar por mais.

DSC06319-001.JPG

Para além da tradicional limonada, conquistaram-nos com a limonada de frutos vermelhos, uma bebida deliciosa para acompanhar a refeição. E para além do tradicional hambúrguer de vaca, existem opções de peixe e vegetarianas, bem como saladas e wraps. Não tem que ser sempre hambúrguer, certo?

DSC06327-001.JPG

Experimentámos o Hamburguer Destemido (salmão e camarão com cebolinho, rúcula, tomate, vinagrete balsâmico, maionese de mostarda e bolo do caco de alfarroba) e tornou-se no melhor o hamburguer de peixe que já nos serviram. Ao contrário dos que já conhecemos em hamburgerias/restaurantes especialistas em peixe, em que a combinação peixe-pão era seca e totalmente sem graça, aqui era extremamente suculenta, envolvida num molho único e delicioso.

DSC06332-001.JPG

Experimentámos também o hamburguer intenso (100% novilho, cebola roxa confitada, quejo de cabra e mel, rúcula, vinagrete balsâmico e pão de sementes), numa combinação que resulta maravilhosamente e que nunca tinhamos experimentado. 

DSC06331-001.JPG

 

As sobremesas são em shots. Depois de hamburguéres avantajados, a sobremesa não pode ser muito grande certo? É por isso que estas têm a quantidade certa para encantar o paladar e não pesar o estômago.

Pedimos então a  deliciosa Mousse de Lima...

DSC06347.JPG

...e a maravilhosa Pana Cotta de frutos vermelhos.DSC06344-001.JPG

 A dois passos da nossa casa, a Gutsy promete ser a nossa desgraça. Nos dias em que não apetecer cozinhar, não apetecer ir muito longe, apetecer comer bem e apetecer pagar pouco, está aqui a nossa solução. 

E vocês? Já conheçem a Gutsy? Qual a vossa hambúrgueria preferida?

 

Bom Apetite!

 

Mr. and Mrs.

 

Todas as fotos são da autoria do Uma Vida para Dois

 

Bom Dia e Boa Tarde no Cook It

O Brunch é aquela refeição maravilhosa que nos dá Bom Dia e Boa Tarde ao mesmo tempo. A junção de duas refeições numa só, a fusão perfeita entre o pequeno-almoço e...o almoço. Depois de uma semana exaustiva de trabalho, que culmina num Sábado em que estamos os dois de folga ao mesmo tempo - raridade das raridades - nada como acordar preguiçosamente  depois do meio-dia e sair de casa para nos demorarmos entre conversa e comida. A dois passos de nossa casa, fomos conhecer o Cook It, na Avenida Pascoal de Melo. 

 

A decoração vintage-moderna faz-nos sentir em nossa casa, mesmo estando fora dela. O espaço acolhedor, cheio de detalhes criativos encanta em cada pormenor, numa tentativa extremamente bem sucedida de combinar um toque de antigo com uma pitada de moderno.

DSC06315.JPG

DSC06283.JPG

DSC06284.JPG

DSC06289-001.JPGDSC06304-001.JPGDSC06285.JPG

DSC06313.JPGDSC06296-001.JPG

DSC06282.JPG

Existem dois tipos de Brunches, o Paris e o Londres (ler na imagem acima) conforme os sabores que queremos provar. Nós pedimos um de cada para partilhar entre os dois.

 

DSC06290-001.JPG

 Café com Leite, Pão Fresco, Croissaint...

 

DSC06295.JPG

 ...Salmão Fumado, Mozarella, Tomate, Manjericão, Queijo e Fiambre.

 

DSC06294-001.JPG

Ovos mexidos e bacon...como dita o clássico pequeno-almoço britânico!

 

DSC06298-001.JPG

Fruta, Muesli e Mel..humm!

 

 

DSC06302-001.JPG

Panquecas frescas e fofas, com Nutella para Barrar: uma delícia!

 

20160116_140411.jpg

DSC06300-001.JPG

Variedade e qualidade. Sumo de laranja, iogurte natural, compota, manteiga, pastel de nata...

 

DSC06306.JPGDSC06305-001.JPG

DSC06307.JPG

 

Opção de leitura durante a refeição: jornais e revistas disponíveis para todos os gostos. Depois de ler, não esquecer de devolver, conforme dita o lembrete na parede.

DSC06309.JPG

DSC06310-001.JPG

 

As casas de banho cheias de humor. Não há que enganar na porta, o letreiro confirma a direcção no sentido de quem tem sempre razão!

DSC06311.JPG

DSC06312.JPG

Se à primeira vista o Cook It parece ter pouco espaço, existe outra sala para grupos grandes com uma decoração igualmente encantadora. Quanto a nós, adorámos o Brunch e temos curiosidade de experimentar as outras opções do menu para almoços e lanches, tais como saladas, pratos típicos, scones, entre outros. Da próxima vez, a visita não será apenas nossa, mas também com amigos ou familiares que arrastaremos conosco. Afinal, o que é bom é para ser partilhado...!

 

Bom Sábado...

E Bom Apetite!

 

Mr. and Mrs.

 

Todas as fotos são da autoria do Uma Vida para Dois

 

 

Cantina 32

O nosso restaurante preferido no Porto é do Chef Luís Américo e mora na Rua das Flores. Local de passagem obrigatória numa visita à cidade, o nosso estômago nunca perdoaria uma ida ao Porto passar pela Cantina 32.

 

É o nosso restaurante preferido por vários motivos, a começar pela decoração. Restaurante bem decorado é meio caminho andado para conquistar as nossas prefências. Prima pela critatividade, ao recriar uma atmosfera vintage, com um toque moderno e inovador, num estilo industrial chic

 

O atendimento é atencioso e atento, os funcionários distinguem-se pela simpatia e disponibilidade.  

E claro, o factor principal, que coloca a cantina 32 no podium dos melhores sabores que já provámos, é obviamente a maravilhosa comida. Não só a apresentação dos pratos supreende pela criatividade, como a confecção e sabores colocam qualquer um a comer e a chorar por mais. 

 

Tanto existem pratos individuais, como mini-pratos e pestiscos para partilhar. Nós gostámos mais da segunda opção, ao pedir uma maior quantidade de pratos, é possível provar uma maior variedade de sabores. 

DSC06119.JPGDSC06125.JPGDSC06109.JPG

DSC06123.JPGDSC06124.JPGDSC06112.JPGDSC06110.JPG

 

DSC06111.JPG

A manteiga de banana com flor de sal faz parte do couvert, numa combinação delicosa entre o doce e o salgado. Qualquer pedaço de pão fica delicioso barrado com esta manteiga! 

 

DSC06116.JPG

Para se comer bom Bacalhau à Brás bom é aqui. Provavelmente dos melhores que já comemos.

 

DSC06113.JPG

 Ovinhos de codorniz com bacon panados, uma combinação inesperada, mas supreendentemente deliciosa.

 

 

 

DSC06115.JPG

 

Polvo com Batata Doce, tão bom!

 

DSC06117.JPG

Batatas fritas carnudas com queijo e molho, óptimas para acompanhar todos os petiscos.

 

DSC06118.JPG

O nosso pestico preferido do restaurante são os croquetes de alheira com molho de mostarda e mel. Meu Deus, que combinação de sabores, que combinação de sabores!

 

DSC06120.JPG

Quanto às sobremesas, a Terrina de Chocolate 3 é uma das especialidades da casa, um bolo espalmado com smarties de menta e natas azedas.

 

DSC06121.JPG

O Leite creme também é delicioso

 

DSC06122.JPG

O cheesecake de banana caramelizada e chocolate é o ex-libris da casa. Absolutamente delicioso, as camadas do cheesecake encontram-se invertidas, com a base habitual no topo, apresentado num vaso.

 

Na altura de pagar a conta, o preço a pagar em nada assusta. Se não nos enganamos, pagámos cerca de 15 eur por pessoa.

Como ainda não provámos todos os itens do menu, teremos que voltar até esgotar todas as opções. Aguardamos a próxima ida ao Porto, já a salivar...

E vocês, qual o vosso restaurante preferido no Porto? Já conheciam a Cantina 32?

 

Bom Apetite!

 

Mr. and Mrs. 

 

Todas as fotos são da autoria do Uma Vida para Dois

 

Barcelona

Sendo a nossa cidade espanhola preferida, não hesitámos em escolher Barcelona como destino de eleição para uma escapadinha de 5 dias a dois, fora do País. Como já tinhámos estado na cidade há alguns anos e não na companhia um do outro, seleccionámos os destinos que pretendíamos visitar novamente e aqueles que não podiamos perder nesta segunda visita à cidade.

Como forma de resumir esta viagem com base nos nossos spots preferidos, seleccionámos o nosso top de locais a não perder numa visita à cidade: 

 

UM PARQUE - Parque Guell

Originalmente destinado a ser uma urbanização, foi concebido pelo arquitecto Antoni Gaudí, expoente máximo do modernismo catalão, por encomenda do empresário Eusebi Güell. Construído entre 1900 e 1914, revelou-se um fracasso comercial e foi vendido ao Município de Barcelona em 1922, tendo sido inaugurado como parque público em 1926. Em 1969, o Parque urbano foi nomeado Monumento Histórico Artístico de Espanha, e em 1984 foi classificado pela UNESCO como Património da Humanidade. 

Hoje em dia, é quase proibido visitar Barcelona sem passar pelo parque Güell. A beleza e criatividade da arquitectura, inseridas num parque verde cheio de vegetação, criam uma atmosfera mágia que só consegue ser estragada pelo excesso de turistas que o visitam. Quando o visitámos aquando da primeira ida a Barcelona, o acesso era livre e a espera era curta. Agora, para controlo de número de visitantes, existem horas marcadas para visitar o parque. Para evitar longas horas de espera, aconselhamos a compra do bilhete online, que permite agendar data e hora para a visita.  

DSC04824-001.JPG

DSC04834-001.JPG

DSC04848-001.JPG

20150901_164208.jpg

20150901_163512.jpg

20150901_160451 3.jpg

20150901_144202.jpg

DSC04847.JPG

DSC04851.JPG

 

UM JARDIM - Cidadela

Repleto de zonas para passear, um lago maravilhoso e uma cascata única, é um dos jardins mais bonitos que já alguma vez visitámos. Não perdemos a oportunidade de dar um passeio de barco a remo no lago, uma experiência inesquecível realizada ao pôr-do-sol com a luz do entardecer. É local de passagem obrigatória numa passagem, ainda que breve, pela cidade.

 

20150901_185346.jpg20150901_190221.jpgDSC04876-001.JPG

DSC04877-001.JPG

 

UM BAIRRO - Bairro Gótico

O Bairro Gótico é um dos quatro bairros que formam o distrito de Ciutat Vella. É o núcleo mais antigo da cidade e seu centro histórico. Adorámos passear sem destino no Bairro Gótico: à medida que nos íamos perdendo, íamos descobrindo catederais, igrejas, lojinhas, restaurantes e claro, os detalhes arquitectónicos das ruas. A Igreja de Santa Maria Del Mar, foi a igrejas de que mais gostámos de visitar dentro do bairro.

20150902_184816.jpg

20150902_184828.jpg20150902_184912.jpg

UM RESTAURANTE - Vinitus

Não partimos de viagem sem levar uma lista de bons locais para comer e beber a preços acessíveis ao nosso bolso. Em todo o lado existem restaurantes para caçar turistas, com péssima comida a preços elevados, e por isso há que fugir deles! O Vinutus não constava na nossa lista, foi-nos dado a conhecer por um amigo que vive em Barcelona, e foi uma experiência maravilhosa. Tapas de grande qualidade, variadas, critativas e absolutamente deliciosas. Quanto às sobremesas, provámos a melhor crema catalana de sempre!

Barcelona 6.jpg DSC05115.JPG

 

UM BAR - O Bosque das Fadas

 O Bosque das Fadas é o bar ideal para adeptos da magia das figuras mitológicas e contos de fadas como...nós. O ambiente recria uma floresta com árvores personificadas, seres únicos e criaturas mágicas. Numa rua perpendicular ao final das Ramblas, podemos então encontrar o Bosque das Fadas, que pode ser visitado tanto de dia como de noite. Encantador!

20150902_164647.jpg

DSC04983-002.JPG

Barcelona 20152.jpg 

 

UM MERCADO - La Boqueria

La Boqueria oferece uma variedade imensa de tudo o que se possa imaginar: desde gomas criativas como mostra a imagem, aos melhores mariscos; desde tapas e bocadillhos a ovos frescos; desde copos de frutos exóticos já descascada a doces deliciosos. Merece sem dúvida uma visita!

barcelona fotos.jpg

 

UMA CATEDERAL

 O Templo da Sagrada Família de Barcelona foi iniciado em 1882 e ainda hoje se encontra inacabado. O seu projecto é também da autoria de Gaudi, que aplicou os ideiais da Arte Nova à arquitetura religiosa. Apesar das obras já durarem há mais de uma centena de anos, a Sagrada Família ainda está em construção, e sua conclusão só deve ocorrer após 2026. As suas 8 torres actualmente construídas chegam a 125 metros de altura, e quando as restantes 10 torres planeadas estiverem prontas, irão superar as Basílica de São Pedro no Vaticano e Notre Dame em Paris.

A entrada na Sagrada Família é emocionante. A grandiosidade do templo é sublime e deslumbra logo ao primeiro impacto. O jogo de cores produzido pela luz através dos vitrais é lindíssimo, levando-nos a ficar horas a deambular pela catedral a admirar a beleza dos mais ínfimos pormenores. Mesmo para quem não aprecia arte religiosa, é impossível ficar indiferente à conjugação harmoniosa de geometrias e cores da catederal.

DSC04935.JPG2015-09-02 08.15.45.jpg

20150902_131704.jpg

20150902_132200.jpg

20150902_132305.jpg

2015-09-02 08.18.19.jpg

 

Barcelona 2015-001.jpg

2015-09-02 08.13.27.jpg

 

UM ITINERÁRIO - Da Praça de Espanha ao Museu de Arte da Catalunha

Um dos itinerários que mais gostámos de fazer em toda a viagem começou na Praça de Espanha de Barcelona. Jantámos no topo das Galerias das Arenas de Barcelona, onde é possível ter uma vista maravilhosa (foto abaixo) sobre a praça, e sobre o Museu de Arte da Catalunha, iluminado, ao fundo na foto. Das Arenas, descemos pelo elevador panorâmico e percorremos o caminho desde a praça de espanha até à fonte luminosa.

barcelona4.jpg

Na altura da nossa Viagem, em Setembro, a fonte em frente ao museu era protagonista de um espectáculo único de som, luz e cor, que reunia centenas de pessoas em seu redor. 

DSC05044.JPGDa fonte, seguimos em linha recta até ao Museu. Embora não tivessemos oportunidade de conhecer o seu interior, a fachada exterior é lindíssima com as suas estátuas e escadarias sublimes. A subida pelas longas escadarias uma experiência a não perder, e vale a pena chegar ao topo para observar a vista sobre a cidade. No topo das escadarias, artistas de rua interpretavam temas dos Beatles enquanto dezenas de pessoas sentadas nos degraus e nos muros, apreciavam a vista ao som da música. 

20150903_233658.jpg20150903_234236.jpg20150903_233634.jpg

barcelona5.jpgbarcelona1.jpg

 

Outros pormenores da nossa viagem, que não podemos deixar de partilhar:

20150903_125002.jpgDSC05016.JPG

A Fachada exterior da Casa Batló

 

DSC05021.JPG

 A Fachada exterior da Casa Milá/La Pedrera

 

barcelona2.jpg

 

Casa Bruno Quadros, nas Ramblas.

20150901_203905.jpg

Uma das várias fontes iluminadas ao longo da cidade

 

20150904_154116.jpg

 Os Hamburgueres maravilhosos da Bacoa 

 

chegada a lisboa.jpg

 A Chegada a Lisboa, vista do avião

 

20150831_191949.jpg

No final da viagem, os pastéis de nata de chocolate deliciosos, da Chocolate Lounge do Aeroporto de Lisboa. Nada como receber as boas-vindas assim...

 

O único ponto negativo de Barcelona é o EXCESSO de turistas na Cidade, que retira a magia e beleza dos locais, tais cabeças de cogumelo a estragaram os panoramas. Aconselhamos a escolha da época baixa para visitar a cidade, para evitarem a aventura de tentar tirar uma fotografia sem emplastros.

Á parte disso, tal como cantavam os Queen "Barcelona - La musica vibró, Barcelona - Y ella nos unió, And if God willing we will meet again someday", ainda faremos uma terceira visita à cidade.

 

E vocês já visitaram Barcelona?

 

Boas Viagens!

Mr. and Mrs.

 

Todas as fotos são da autoria do Uma Vida Para Dois

Fusão Portugal/Brasil - O restaurante Aromas e Temperos

Não, está absolutamente fora de questão sair de casa para comer num restaurante e sair desiludido. Sim, o factor supresa é sempre agradável, mas é bem pior ser surpreendido pela negativa seja com comida má, atendimento medíocre, ou com um espaço sujo. É por isso que, é raro sairmos de casa sem umas pesquisas prévias para evitar surpresas desagradáveis.

 

Foi assim que descobrímos o Aromas e Temperos, considerado pelos utilizadores pelo TripAdvisor como um dos melhores restaurantes de Lisboa. Como fica a 2 minutos a pé da nossa casa, não hesitámos em ir até ao Aromas e Temperos numa noite de Novembro preguiçosa, em que não apetecia cozinhar nem fazer grandes viagens para comer bem.

 

Adoramos comida de fusão. Geralmente a cozinha de fusão surpreendem por ser diferentes com combinações improváveis e sabores inesperados. E foi isso que aconteceu com esta fusão entre pratos típicos portugueses e...brasileiros!

O espaço não podia ser mais pequeno, tem o tamanho de uma sala de estar grande, com umas 6 mesas. Ainda assim, proporciona um ambiente acolhedor e muito agradável, com bossa nova a acompanhar a refeição.

 

Não podiamos ter sido recebidos com maior simpatia: foram-nos explicado pormenorizadamente cada um dos pratos permitindo-nos escolher sem grandes dúvidas.

2015-11-06 19.00.57.jpg

Começámos pelos pastéis de Bacalhau com a massa do famoso pastel de Vento brasileiro. Leves e muito saborosos, ficámos deliciados.

 

2015-11-06 19.07.45.jpg

Seguiram-se as placas sertanejas, plaquinhas crocantes com queijo de cabra com cebola caramelizada.

 

2015-11-06 19.30.22.jpg

Veio então o Bobó de camarão, o prato tipico brasileiro com camarão e mandioca. Nunca tinhamos provado e adorámos!

 

2015-11-06 19.48.13.jpg

Seguiram-se os Crocantes da Ilha. Queijo da ilha envolto em mandioca com compota a acompanhar. Não podia haver melhor combinação.

2015-11-06 19.51.53.mpo

2015-11-06 20.06.19.mpo

Chegou a hora da sobremesa: pedimos o Amarelinho, um pudim delicioso com sabor a ovos e côco. Acompanha com lascas de côco.

 

2015-11-06 20.06.32.mpo

 O Brigadeiro não podia ficar de fora, ainda para mais com morangos no topo. Não podiamos ter terminado melhor a refeição!

 

2015-11-06 20.25.39.mpo2015-11-06 20.25.02.mpo

 O nosso estômago saiu de lá apaixonado e já nos pede a próxima visita.

Agora já sabemos: quando der a vontade de viajar para o Brasil, é só subir a rua até ao Aromas e Temperos.

 

Bom Apetite!

Mr. and Mrs.

 

Todas as fotos são da autoria do Uma Vida para Dois 

L'Ecláir

Quem se lembra dos Ecláirs da Delifrance, a pastelaria Francesa situada na Av.Guerra Junqueiro? Os Lisboetas provavelmente lembrar-se-ão. Em criança, não havia Sábado sem passar na Delifrance com os meus pais para comer um éclair. Com recheio de chocolate, Baunilha ou Caramelo, todos deliciosos. Fiquei cheia de pena quando essa pastelaria fechou, já há vários anos. E, desde essa altura, nunca mais comi um eclair. Até há poucos dias atrás, quando finalmente, fomos provar os eclairs da famosa Patisserie Française L'Ecláir. Situada na Av.Duque de Ávila, no Saldanha, a L'Éclair reúne tudo o que uma pastelaria assumidamente francesa deve ter: espaço agradável, decoração requintada, atendimento diferenciado, e uma montra não só irresistível aos olhos como encantadora ao paladar.

eclair.JPG

eclair2.JPGfrango.JPGeclair3.JPGeclair 6.JPGsalmao.JPGMelhor do que ter só éclairs doces, é também servir também éclairs salgados. Adorámos o de salmão e o de frango e ovo, ambos deliciosos. FIcámos surpreendidos com a leveza da massa, a combinar maravilhosamente com os ingredientes. Pela imagem talvez aparente uma baguete tradicional de uma casa de sandes, mas trata-se mesmo de uma massa leve tipo massa choux, tão agradável na textura como no sabor. 

 

eclair tiramissu.JPGeclair doce.JPG

Na altura de passar à sobremesa, a escolha foi díficil, muito díficil. Como escolher entre tantos e tão apetecíveis? Ele escolheu sem hesitar o de Tiramisú. Eu, mais indecisa no que diz respeito a escolhas alimentares, pensei em escolher primeiro o de groselha preta. Depois pensei que "não poderia perder aquele outro que tinha framboesas por cima", e quando dei por mim já estava a babar pelo de caramelo. Acabei mesmo por decidir que o chocolate não podia ficar de fora e pedir o único eclair que juntava chocolate e avelãs, o Patis-Brest. Ambos deliciosos, nada enjoativos, no tamanho certo e com a quantidade de açúcar no ponto.

 

eclair7.JPG

DSC05248.JPG

 Acompanhámos a refeição com um chá da Ópera, com um sabor tão agradável que até dispensava adição de açúcar, e um sumo de banana, cenoura e laranja, natural e delicioso.

 

Já andamos a programar as próximas visitas ao L'Éclair, para provar um atrás de outro. Quem nos acompanha?

 

Bom Apetite!

Mrs

 

Todas as fotos são da autoria do Uma Vida para Dois

 

Este Oeste

O restaurante Este-Oeste tem o melhor de vários mundos: está situado no jardim do CCB, tem uma vista femomenal sobre Belém e junta o melhor da cozinha Japonesa e da cozinha Italiana no mesmo espaço. 

O Sushi do Sushi Café Avenida junta-se com as pizzas do Casavostra para surpreender. De um lado, os chefs italianos trabalham a massa e colocam as pizzas no forno a lenha. No outro lado, os chefs japoneses trabalham o arroz e o peixe cru. 

Peixes, elefantes, rãs e pássaros em forma de origami caem do tecto para nos encantar, num espaço amplo com uma vista única sobre o tejo. 

DSC04612.JPGDSC04590.JPG

DSC04592.JPG

DSC04593.JPG

DSC04624.JPGDSC04595.JPG

Cidra de frutos vermelhos servida realmente com frutos vermelhos, uma verdadeira delícia.

 

DSC04596.JPG

Pizza de Beringela e parmesão. Uma pizza deliciosa em forno de lenha, numa combinação de sabores irresistível!

 

DSC04597.JPG

DSC04599.JPG

 Sushi bom é aqui: delicioso, com peixe fresco e arroz solto!

 

DSC04608.JPGDSC04601.JPG

 Não se pode vir ao Japonês sem comer sopa de Miso! Hummm...deliciosa!

 

DSC04610.JPG

Tiramisú, tão deliciosa na boca como na imagem! Só pedimos uma sobremesa porque os pastéis de Belém (também) chamavam por nós.

 

DSC04622.JPG

DSC04632.JPG20150731_183657.jpg

Nada melhor do que trazer os pastéis os jardins do CCB junto ao Este-Oeste. Seis pastéis de Belém para dois sff. E não, não estamos dispostos a partilhar.

 

 

Há quanto tempo não passeiam em Belém?

Já sabem, se passarem por Belém, este spot é visita obrigatória!

 

Mrs.

 

 

Todas as fotos são da autoria do Uma Vida para Dois 

A Nova Peixaria

Depois da moda dos hambúrgueres/pregos de carne, veio instalar-se em Lisboa a moda dos hambúrgueres/pregos de peixe. Já tinhamos experimentado o restaurante Prego da Peixaria, que apesar das críticas positivas, não nos convenceu: peixe e pão muito secos, numa refeição monótona que enche mas não satisfaz. 

 

Viriamos a mudar a nossa opinião sobre o duo peixe no pão, com o restaurante Nova Peixaria! Depois de uma grande caminhada pelo Parque das Nações, tropeçámos por acaso neste restaurante. Sem pesquisas prévias, resolvemos arriscar, já era tarde, estava calor e queriamos um sítio fresco para comer e descansar.

 

Com uma óptima esplanada, mesmo assim preferimos o interior, conquistados pelo ar condicionado e pela decoração alusiva ao mar. 

nova peixaria3.jpgnova peixaria2.jpgnova peixaria.jpg

 

 A Nova Peixaria não tem só pregos e hambúrgueres, tem saladas, petiscos e peixe grelhado.

Começámos a refeição com os Rissóis de Garoupa (1 eur a unidade), absolutamente deliciosos, fazendo qualquer rissól de camarão ficar cheio de inveja. 

2015-06-06 09.52.20.jpg

 

Dividimos entre nós um Prego de Atum em bolo do caco tradicional com manteiga de alho (8,90 eur) e um Prego de Espadarte em bolo do caco de alfarroba (8,90 eur), ambos deliciosos: o peixe muito fresco e suculento, bem envolto em manteiga de alho e o pão muito saboroso.

2015-06-06 09.57.27.jpg

2015-06-06 09.57.50.jpg2015-06-06 09.57.37.jpg

2015-06-06 09.57.44.jpg

 O Ice Tea Caseiro - Chá Detox (1,90 eur) estava uma delicia, dos melhores chás gelados caseiros que já alguma vez provámos!

2015-06-06 09.52.42.jpg2015-06-06 09.55.32.jpg

O único ponto fraco estava mesmo nas Batatas frita palito, (1,50 eur) que pareciam congeladas. Não há nada como ir um sítio destes e ter uma batata frita caseira aromatizada com especiarias para nos supreender.

 

Para terminar, estávamos cheios de vontade de provar o Pudim de Queijo da Ilha, mas já tinha acabado. Fica para a próxima visita!

2015-06-06 10.24.37.jpg

tele.jpg

telef.jpg

 Conjugámos o almoço com um passeio de teleférico, onde não andávamos desde a Expo 98! A vista é maravilhosa, a experiência fantástica e só é pena o passeio não ser mais longo. 

 

Fica a sugestão deste nosso programa para os dias de bom tempo! 

 

Mrs.

 

Todas as fotos são da autoria do Uma Vida para Dois